3º Setor

O primeiro setor é o governo, que é responsável pelas questões sociais. O segundo setor é o privado, responsável pelas questões individuais. Com a falência do Estado, o setor privado começou a ajudar nas questões sociais, através das inúmeras instituições que compõem o chamado terceiro setor. Ou seja, o terceiro setor é constituído por organizações sem fins lucrativos e não governamentais, que tem como objetivo gerar serviços de caráter público.

O terceiro setor é composto por associações, fundações e organizações religiosas, que geram bens e serviços públicos, mas sem fins lucrativos, que suprem as falhas deixadas pelo Estado. É uma junção do setor público com o setor privado, ou seja, dinheiro privado para fins públicos.

Dentro das organizações que fazem parte do Terceiro Setor, estão as ONGs (Organizações Não Governamentais), entidades filantrópicas, OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), organizações sem fins lucrativos e outras formas de associações civis sem fins lucrativos.

A lei não proíbe o desempenho de atividades econômicas pelas entidades do terceiro setor, desde que seja para atender o seu objetivo estatutário, ou seja, atender à sociedade, a luta por uma causa, etc., mesmo no caso de realizar negócios para aumentar suas fontes de recursos, desde que o superávit não seja direcionado aos seus membros ou associados.